O que é Ozonoterapia?
18 Outubro, 2018
Estética
22 Outubro, 2018

Patologias

Alergias

Alergias

Alergia, ou síndrome alérgica, é uma desordem do sistema imunitário caracterizada pela reatividade imunológica, o que provoca reação anormal a quem entra em contato com substâncias como o pólen, ácaros, certos alimentos, etc. Os fatores que podem causar alergias são ambos hereditários e ambiental. A reação alérgica afeta áreas localizadas, como o nariz (esta é a rinite alérgica), causando inchaço da mucosa nasal, espirros e constipações contínuas, que afeta as vias aéreas, resultando em dificuldade em respirar, está associada a bronco espasmo, também afeta os olhos (conjuntivite alérgica) e a pele, com uma forte descarga acompanhada de prurido. Os sintomas são geralmente localizados numa área específica, mas por vezes pode ocorrer de forma sistémica e proporcionar um choque anafilático, erupção cutânea, palpitações, dificuldade respiratória, hipotensão e bronco espasmo.

Ozonoterapia

O tratamento consiste em 2 ou 3 sessões semanais de Auto-hemoterapia Menor em 10 sessões totais em dias alternados.
Doença Arterial / Arteriopatia

Doença Arterial / Arteriopatia

A doença arterial periférica crónica é um distúrbio que afeta as artérias dos membros inferiores e é caracterizada por insuficiência arterial periférica, devido à redução do fluxo sanguíneo para o nível mais baixo. Na maioria dos casos, a causa é a formação da placa de ateroma ou placa aterosclerótica dentro da artéria em causa. Esta lesão é caracterizada por um engrossamento da íntima (a camada mais interna das artérias em contacto directo com o sangue), principalmente devido à acumulação de gordura e proteínas que desencadeiam um processo inflamatório com a formação de tecido fibroso. Na superfície da placa de ateroma pode ser depositado fibrina, facilitando, assim, a formação de trombos. Os factores de risco mais importantes são: tabagismo, colesterol elevado, altos níveis de lipoproteína de baixa densidade, redução dos níveis de lipoproteína de alta densidade, diabetes mellitus, hipertensão, obesidade, altos níveis de homocisteína, uma história familiar de aterosclerose precoce.

A classificação da doença arterial periférica crónica é a seguinte:

Doença arterial (I): pode haver uma ausência de sintomas ou dor do exercício intenso. Aqui há parestesia ou manutenção prolongada da posição vertical.

Doença arterial (II): o exercício, durante o qual os músculos exigem mais oxigénio, determina o aparecimento da dor. O sintoma típico é "claudicação intermitente ": Dor, cãibras e fadiga durante a caminhada. Estes distúrbios são mais frequentes ocorrerem na anca, no pé, perna ou nádegas e depois desaparecem em condições de repouso. A progressão da doença é indicado pela redução da distância que o doente pode andar sem sintomas.

Doença arterial (III): há a dor em repouso na posição de face para cima mesmo à noite devido a neurite grave e hipoxiaisquémica. Além da dor inicial, pode haver mudanças no tropismo da pele e tez, cianose e edema. Doença arterial (IV): há uma isquemia crítica, a hipoxia e acidose marcada, lesões tróficas e, finalmente, necrose do membro, sensação de frio e não-crescimento dos anexos cutâneos.

Ozonoterapia

Arterial (I): o tratamento consiste em duas sessões semanais de Auto-hemoterapia Maior para 20 sessões totais, ou, dependendo da necessidade do paciente, injeção subcutânea por 20 sessões totais.

Arterial (II): o tratamento consiste em duas sessões semanais de Auto-hemoterapia Maior para 8-15 sessões totais, ou, dependendo da necessidade do paciente, injeções subcutâneas de 8-12 sessões totais por semana.

Arterial (III): o tratamento consiste em duas sessões semanais de Auto-hemoterapia Maior para 10 sessões totais, ou, dependendo da necessidade do paciente, duas sessões semanais de injeção subcutânea por 10 sessões totais e, finalmente, dependendo da necessidade do paciente, 2 ou 3 sessões semanais de aplicação direta com sacos (no caso de úlceras) para 10 sessões totais.

Arterial (IV): o tratamento consiste em duas sessões semanais de Auto-hemoterapia Maior por 12-14 sessões totais ou 2-3 sessões semanais de aplicação direta com os sacos no caso de úlceras (a aplicar por 20 minutos ) para 12-14 sessões totais.
Artrite Reumatóide / Bolsas Serosas

Artrite Reumatóide / Bolsas Serosas

A artrite reumatóide é uma doença inflamatória auto-imune progressiva, provocada por uma reacção do sistema imunitário, que atinge o sistema sinovial e, em seguida, os ossos, causando deformidade, instabilidade e a formação de tecido cicatricial nas articulações. A artrite reumatóide também afeta tendões, músculos, bolsas e outros tecidos. As causas não foram especificamente definidas ainda. Acredita-se, contudo, que há uma predisposição genética para a doença.
Os sintomas da artrite reumatóide são: dor nas articulações, inchaço, calor, rigidez e perda de mobilidade afetando inicialmente as articulações dos dedos, mãos e pés. A artrite reumatóide afeta as pessoas entre 20 e 40 anos e pode ter um curso de extensão, com longos períodos de remissão, ou pode ter uma progressão rápida.

Ozonoterapia

O tratamento consiste em 1 ou 2 sessões semanais de Auto-hemoterapia Maior de 10 sessões no total, seguido por manutenção a cada 20-30 dias
Asma

Asma

A asma é uma das patologias respiratórias crónicas mais comuns em todo o mundo. As crises de asma são causadas por a uma contracção súbita e prolongada das fibras musculares lisas do tubo bronquial, que obstrui a passagem de ar no lúmen bronquial. As principais características de um ataque de asma são a súbita dificuldade em respirar, combinada com uma sensação de sufocamento, aperto no peito e uma sensação de falta de ar. A crise, causada por inflamação brônquica, gerada pela própria inflamação, pode durar de alguns minutos a horas, e pode ser resolvido espontaneamente ou normalmente mediante um tratamento adequado.
Os asmáticos têm inflamação crónica da via aérea, portanto, da faixa respiratória. Os ataques de asma não podem ser atribuídos a causas específicas, mas entre elas há a exposição ao fumo do tabaco, a poluição ambiental, a presença de insectos e animais, humidade excessiva, a presença de infecção pulmonar precoce.

Ozonoterapia

O tratamento consiste em 1 ou 2 sessões semanais de Auto-hemoterapia Menor e / ou insuflação anal para 10 sessões totais.
Aterosclerose

Aterosclerose

A aterosclerose é uma doença inflamatória crónica das artérias renais, baço, fígado e pâncreas, que afeta predominantemente homens. As causas específicas da aterosclerose ainda não foram identificadas. Acredita-se, porém, que o risco de contrair a doença é devido a diferentes fatores, como idade, história familiar, muitos ácidos gordos na dieta, o fumo do tabaco, níveis elevados de colesterol, álcool, obesidade, diabetes, pressão arterial elevada. A aterosclerose em geral, não tem quaisquer sintomas até existir uma redução do fluxo de sangue, ou quando existe um acidente vascular cerebral (AVC), uma coagulação súbita de sangue, o que faz com que ocorra a súbita oclusão da artéria.
Esclerose cerebral ou doença de Schilder é uma doença crónica que afeta durante a adolescência e prevê uma desmielinização progressiva de grandes áreas da substância branca cerebral. Os sintomas mais comuns são distúrbios de consciência e deterioração mental com convulsões.

Ozonoterapia

O tratamento consiste em 1 ou 2 sessões semanais de Auto-hemoterapia Maior para ciclos de 12-15 sessões de pelo menos 2 vezes por ano, ou, dependendo da necessidade do paciente, 1 ou 2 sessões por semana de insuflação de 12 sessões totais.
Cancro

Cancro

É uma doença caracterizada por uma população de células que cresce e se divide sem respeitar os limites normais, invade e destrói tecidos adjacentes, espalha-se para lugares distantes no corpo, através de um processo chamado metástase. Afeta pessoas de todas as idades. O cancro causa cerca de 13% de todas as mortes no mundo, sendo o cancro de pulmão, estômago, fígado, cólon e mama os que mais matam.

Quase todos os cancros são causados por anomalias no material genético de células transformadas.

Fatores que aumentam o risco de cancro são vários e incluem a exposição excessiva à radiação solar, alguns vírus, bactérias e fungos. No entanto as causas (preveníveis) mais importantes do cancro são o tabagismo, o alcoolismo, a alimentação com excesso de gordura.

O cancro é iniciado quando há um dano no ADN, e que não é reparado por sistemas de reparação de ADN existentes em todas as células, gerando uma mutação. Dependendo do local em que a mutação ocorre na molécula de ADN, este defeito causa um desequilíbrio no ciclo celular, desencadeando uma reprodução acelerada e descontrolada de células anormais.

As células cancerosas podem soltar-se do tecido neoplásico original e, através da corrente sanguínea, linfática ou de outros líquidos (peritoneal, pleural) instalar-se em outros órgãos distantes da localização inicial. A metastização constitui a fase do cancro cujo tratamento é mais difícil e quando é obtido menos sucesso na recuperação.

Ozonoterapia:

Auto-hemoterapia maior 2 a 3 vezes por semana em pelo menos 20 sessões.

Nas situações em que o cancro é palpável/acessível infiltra-se ozono no local 2 a 3 vezes por semana em pelo menos 20 sessões.
Cefaleia em Salvas

Cefaleia em Salvas

Cefaleias em salvas são fortes dores de cabeça, extremamente dolorosas e de ocorrência rara, são chamadas de "Cluster", que ocorrem em grupos ou salvas. Entupimento nasal e/ou corrimento, queda da pálpebra e olho lacrimejante, geralmente só atinge um lado da cabeça na zona ocular ou temporal.

É certamente o tipo de dor de cabeça (cefaleia) mais forte que se conhece. Mais comum nas mulheres que nos homens, a cefaleia em salvas é caracterizada por uma dor unilateral (num lado da cabeça), envolvendo a região frontal, ocular. Tem uma duração de 15 minutos a 3 horas, podendo apresentar de uma a oito crises por dia, com um predomínio nocturno; geralmente pacientes acordam no meio da madrugada com dor de cabeça.
Fenómenos autonómicos como lacrimejamento, conjuntivite, queda palpebral, sudorese facial, inchaço ocular, congestão nasal e coriza, todos do mesmo lado da dor são acompanhantes da dor.

Uma das causas mais comuns de cefaleia em salvas é uma Hipo ou hipertensão ou um ferimento na cabeça. Por vezes até mesmo as mudanças climáticas, mudanças no estilo de vida, tais como variações de temperatura ou de fuso horário no trabalho, podem causar dores de cabeça “Cluster”. Outras causas podem ser constipação excessiva ou doença de fígado, seguido pelo abuso de álcool, insónia, stress excessivo, hormonal ou doenças pré-menstruais.

Ozonoterapia

O tratamento consiste em duas sessões semanais de Auto-hemoterapia Maior para total de 12 semanas.
Colibacilose

Colibacilose

A colibacilose é uma infecção causada por um microorganismo, EscheriaColi ou colibacillus, que existe na flora do trato intestinal e dissemina-se através do sangue ou sistema linfático afectando outras partes do corpo. Pode ficar localizada num órgão ou sistema produzindo um abcesso com pus, e/ou evoluir para uma infecção generalizada a todo o corpo (Sepsis). Geralmente desenvolve-se em pessoas com debilidades física e imunológica, como os diabéticos, ou em doentes submetidos a tratamento intensivo com antibióticos ou hormonas, esteróides, aproveitando a capacidade limitada de sua resistência. Quando infecções colibacilares se desenvolvem no trato urinário, pode haver cistite, pielite, pielonefrite. Se, no entanto, afeta as vias biliares, pode ter colecistite, colangite, abscesso hepático. Finalmente, se afecta o intestino, o paciente tem dores e forma diarreia. Os mais graves são quando a infecção é generalizada: neste caso, tem febre alta, fraqueza, dispneia, tremores, hipotensão arterial e há um aumento de neutrófilos.

Ozonoterapia

O tratamento consiste em duas sessões semanais de insuflação para 12 sessões totais.
Colite

Colite

Coliteespástica, também conhecida como síndrome do intestino irritável, é a forma mais comum de colite. Os sintomas são geralmente dor ou desconforto abdominal, defecação alterada assim como a forma das fezes, secreção de muco, inchaço ou distensão abdominal. Dor abdominal, o que afeta o intestino delgado e grosso e da zona pélvica, é muitas vezes acompanhada por obstipação e diarreia. Alguns sintomas intestinais podem estar associados com calor/queima na boca, sabor amargo e desagradável do sangue, náuseas, inchaço e saciedade precoce. São frequentemente associados com urgência para urinar e um esvaziamento difícil ou incompleto da bexiga. Entre os problemas gerais estão dor de cabeça, dores musculares e tendões, sintomas de ansiedade e hipocondria. O SII predominantemente de origem psicossomática, vinculada ao tipo de stress mental, físico e também está ligada a maus hábitos alimentares. Os pacientes muitas vezes têm uma personalidade obsessivo-compulsiva.

Ozonoterapia

O tratamento consiste em 1 ou 2 sessões semanais de insuflação de 12 sessões totais.
Colite Úlcerosa

Colite Úlcerosa

A colite ulcerosa, também conhecida como doença de Crohn é uma doença inflamatória crónica do cólon. Os principais sintomas são dor abdominal e diarreia, muitas vezes misturada com sangue e perda de muco acompanhada por cólicas e, em seguida, dor na evacuação. Depois, há fadiga, perda de peso e suores noturnos. Quando o processo inflamatório continua no reto, o paciente sente um leve sangramento e tenesmo, que é um espasmo doloroso do ânus com um sentimento de necessidade urgente de defecar. A colite ulcerosa afecta apenas as camadas exteriores do intestino e não se estende para as interiores, ocorre de uma forma localizada no intestino grosso e é frequentemente acompanhada por febre.
As causas da colite ulcerativa ainda são misteriosas, mas acredita-se que a inflamação se manifesta geralmente como resultado de estados mais elevados de tensão psicológica, imunológico e hereditariedade.

Ozonoterapia

O tratamento consiste em duas sessões semanais de insuflação de 30 sessões totais.
Colite Actínia

Colite Actínia

Colite actínia mostra vermelhidão e edema da mucosa e afeta principalmente a área do cólon sigmóide e reto.

Ozonoterapia

O tratamento consiste em 1 ou 2 sessões semanais de insuflação de 12 sessões totais
Convalescença

Convalescença

Convalescença decorre após a intervenção cirúrgica, de uma terapia longa ou trauma.
Durante a convalescença, o doente está fraco e exposto a um elevado risco de infecção.

Ozonoterapia

O método é Auto-hemoterapia Maior de 1 ou 2 sessões por semana, durante 12 sessões totais, ou, dependendo da necessidade do paciente, 1 ou 2 sessões por semana de insuflações de 12 sessões totais.
Coxartrose

Coxartrose

Coxartrose ou osteoartrite da coxa é uma doença degenerativa crónica da cartilagem da coxa que ocorre de forma gradual e que leva a deficiência dentro de alguns anos crescendo a um comprometimento funcional da marcha normal. Existem dois tipos de coxartroses: a primitiva, cujas causas são desconhecidas e que afeta principalmente os idosos, e a secundária, que ocorre como resultado de outros fatores, tais como fraturas, necrose avascular da cabeça do fémur, a displasia da anca ou outros traumas, doenças reumáticas, doenças infecciosas. Os sintomas mais comuns são dor de coxartroses ao andar e rigidez articular e muscular (especialmente na parte da manhã), na região da virilha e lateral da coxa e nádega. A dor geralmente é aliviada pelo repouso.

Ozonoterapia

O tratamento consiste em 1 ou 2 sessões semanais de infiltração subcutânea periarticular de 8-12 sessões totais.
Depressão

Depressão

A depressão é um estado psicológico particular de ansiedade, desconfiança em si mesmo e uma sensação de insegurança, medo do futuro, exaustão física e psíquica, indiferença e falta de capacidade de iniciativa. Inclui uma variedade mais ou menos complexa de sintomas que afetam a forma como uma pessoa pensa e se retrata e sua adaptação à vida social.
Além desses estados de espírito, existem outros fatores, tais como insónia, diminuição do desejo sexual, distúrbios alimentares, dores de cabeça e tonturas.
Por vezes, os episódios depressivos são isolados em que a pessoa passa anos sem apresentar qualquer sintoma, outras vezes os episódios aumentam com a idade.
Nas formas mais graves de depressão, chamada endógena, ocorrem tendências suicidas ou do tipo auto-destrutivo e os estados de depressão são acompanhadas de ataques de pânico, transtorno obsessivo-compulsivo, anorexia nervosa, bulimia nervosa e transtorno de personalidade borderline. Entre os motivos para o desenvolvimento de depressão está a componente hereditária: os filhos de pais deprimidos têm um risco maior de desenvolver depressão.

Ozonoterapia

O tratamento consiste em duas sessões semanais de Auto-hemoterapia Maior de 12 sessões no total, seguido por manutenção a cada 2-3 meses.
Diálise

Diálise

A diálise é um processo utilizado nos casos de insuficiência renal aguda ou crónica irreversível, permitindo assim que o paciente possa superar a doença. Neste caso, o paciente é capaz de levar uma vida relativamente normal.
A Diálise substitui o rim, na sua função de remoção de ureia e de outros resíduos metabólicos contidos em excesso no sangue. A hemodiálise é uma terapia física feita em casos de uremia, a fase mais grave de insuficiência renal.

Ozonoterapia

O tratamento dos pacientes em diálise consiste em 1 ou 2 sessões semanais de Auto-hemoterapia Maior para ciclos de 10-15 sessões e para ciclos de 2-3 anos.
Dismetabolismo

Dismetabolismo

Dismetabolismo mineral é uma alteração na função do metabolismo, o que muitas vezes faz com que vários tipos de inflamação, aterosclerose e uma superprodução de radicais livres, prejudiciais para o corpo inteiro. Os processos metabólicos alterados podem levar a assimilação ou eliminação de substâncias que causam, respectivamente, diabetes ou gota. Os dismetabolismos minerais, podem levar a várias doenças, como diabetes e obesidade.

Ozonoterapia

O tratamento consiste em duas sessões semanais de Auto-hemoterapia Maior ou, dependendo da necessidade do paciente, duas sessões semanais de insuflações de 12 sessões totais.
Doença Hepática

Doença Hepática

Doença hepática é uma patologia que provoca danos ou compromete a funcionalidade do tecido do fígado, associado à perda de peso e deterioração das condições gerais de saúde. A doença do fígado pode ser causada por infecção, levando a hepatite; esteatose (acumulação de gorduras); por vários outros factores, tais como o abuso de álcool, o contacto com substâncias tóxicas, agentes infecciosos tais como bactérias e vírus, e, finalmente, pode ser causada por outras doenças, como doenças cardíacas, cancro e doenças metabólicas. Os problemas de fígado também podem ter consequências para o sistema circulatório e neurológico. Quando a doença do fígado se torna crónica, é chamada de cirrose.

Ozonoterapia

O tratamento consiste em sessões semanais de Auto-hemoterapia Maior para 15 sessões totais (pelo menos), seguido de manutenção de uma sessão por semana, durante 8 semanas.
Dor Crónica

Dor Crónica

dor_cronica_ozonoterapia É uma dor prolongada no tempo, de difícil identificação temporal e/ou causal, que causa sofrimento, podendo manifestar-se com várias características e gerar diversos estádios de doenças. É um sintoma que acompanha, de forma transversal, a generalidade das situações de doença que requerem cuidados de saúde. A atuação precoce evita múltiplas intervenções e efeitos adversos, promovendo mais facilmente o bem-estar do doente e o seu regresso a uma atividade produtiva normal. A ausência ou ineficácia do tratamento tem, entre outras, consequências fisiológicas adversas. Provoca incapacidade, embora seja difícil avaliá-la, uma vez que, frequentemente, não é objetivável através de exames complementares.

Com frequente morbilidade física e psíquica, podendo sofrer das mais variadas doenças, desde doenças reumáticas, neurológicas ou psiquiátricas, a doenças oncológicas.

A maioria dos doentes com doença oncológica avançada sofre de dor crónica, a qual pode ser aliviada na quase totalidade.

Uma percentagem grande da população idosa sofre de dor crónica. Isto porque a maioria dos idosos tende a encarar a dor como sendo normal na sua idade.

A dor é também a segunda maior causa de internamento e o segundo sintoma mais frequente em doentes com SIDA.

Ozonoterapia:

Auto-hemoterapia maior 1 a 2 vezes por semana com um total de 15 a 20 sessões.
Infiltração subcutânea e articular no local da dor 1 a 2 vezes por semana com um total de 15 a 20 sessões.
Eczema Anal

Eczema Anal

Eczema Anal é uma doença inflamatória da pele que afeta a região anal, muitas vezes devido a uma humidade continua do ânus devido a contacto e a alergias a detergentes. Eczema anal manifesta-se geralmente sob a forma de prurido e ardor. A pele apresenta vermelhidão, muitas vezes com fissuras e pequenas feridas húmidas.
Eczema anal pode surgir por diversas causas, como a higiene incorreta, fraqueza de esfíncter, fezes liquidas, hemorróidas, fístula anal, pregas cutâneas, verrugas.

Ozonoterapia

O tratamento consiste em 3 sessões semanais de insuflação para 6 sessões totais.
Esclerose Cerebral

Esclerose Cerebral

Esclerose cerebral ou doença de Schilder é uma doença crónica que aparece durante a adolescência e prevê uma desmielinização progressiva de grandes áreas da substância branca cerebral. Os sintomas mais comuns são distúrbios de consciência e deterioração mental, muitas vezes acompanhada de convulsões.

Ozonoterapia

O tratamento consiste de 1 ou 2 sessões semanais o Auto-hemoterapia Maior para ciclos de 12-15 sessões de pelo menos 2 vezes por ano, ou 1 ou 2 sessões semanais de insuflação de 12 sessões totais.
Esclerose Múltipla

Esclerose Múltipla

A esclerose múltipla é uma doença crónica, inflamatória e degenerativa, auto-imune específica de órgãos, que afeta o sistema nervoso central. Surge entre os 20 e os 40 anos, afetando com maior incidência as mulheres. Pode causar uma série de sintomas que podem afetar a visão, os movimentos, o equilíbrio e/ou outras funções físicas.
As causas da esclerose múltipla ainda são desconhecidas, mas, principalmente, são devidas a uma ativação anormal do sistema imunológico, o que depende de fatores genéticos envolvidos na susceptibilidade à doença e fatores ambientais.
Os sintomas da esclerose múltipla são de tipos diferentes e seriedade diferente: isto pode dar origem a diferentes quadros clínicos (é por isso que é chamado de "múltipla").
A imprevisibilidade é uma das principais características desta doença.

Ozonoterapia

O tratamento consiste em duas sessões semanais de Auto-hemoterapia Maior para ciclos de 20 sessões, seguido por uma pausa de um mês e, em seguida, seguido por outra sequência de 20 sessões.
Fadiga Crónica

Fadiga Crónica

Síndrome da Fadiga Crónica é uma doença de origem desconhecida que afeta principalmente mulheres jovens, com idade média em torno de 30 anos e é muito rara em idosos.
Síndrome da fadiga crónica geralmente persiste por pelo menos 6 meses, não é aliviada pelo repouso e muitas vezes é agravado por esforços mínimos. Os sintomas são geralmente uma prolongada fadiga debilitante, dor de cabeça, dor nos gânglios linfáticos cervicais e axilares, recorrente dor de garganta, dor nos músculos e ossos, insónia, perda de memória, dificuldades de concentração e mal-estar geral. Tudo isso leva à incapacidade de sustentar os compromissos normais da vida quotidiana, seja no emprego, social ou pessoal. É frequentemente associada com o stress ou síndromes de ansiedade-depressão.

Ozonoterapia

O tratamento consiste em 2 ou 3 sessões semanais de Auto-hemoterapia Maior para 12 sessões totais, ou, dependendo da necessidade do paciente, duas sessões semanais de insuflação de 12 sessões totais.
Furuncolose

Furuncolose

Furunculose ou Foliculite é uma inflamação dos Folículos pilosos causada por uma infeção por Staphylococcus.
É caracterizada por aglomerados de furúnculos no pescoço, braços, nádegas e região perianal. Os Furúnculos são dolorosos e têm frequentemente pus no centro.
Entre as causas, a falta de cuidado e não cumprimento das regras de higiene que causam o primeiro surto. Furonculosis também afeta pessoas com diabetes ou com sistemas imunológicos enfraquecidos.

Ozonoterapia

O tratamento consiste de Auto-hemoterapia Menor para 5 sessões totais, ou, dependendo da necessidade do paciente, 5 sessões de micro-injecções realizadas em dias alternado.
Gonartrose

Gonartrose

Gonartrose ou artrose do joelho é a doença degenerativa crónica mais comum que afeta a articulação femoropatelar , o fémur-tibial ou a articulação fibular-tibial e, ao longo dos anos, pode levar a lesões articulares aumentando para limitações severas no caminhar.
Afeta principalmente a partir dos 60 anos. Os sintomas que ocorrem inicialmente são dor e inchaço somente após esforços prolongados e, mais tarde tornam-se mais frequentes ocorrendo mesmo em repouso incondicional. A Gonartrose primária não tem determinantes específicos, embora a obesidade, esforço excessivo, envelhecimento e fatores hereditários têm um papel importante.
A Gonartrose secundária aparece como resultado de fraturas da articulação do joelho, como o desalinhamento do mecanismo extensor e como consequência as ações ou doenças metabólicas.
Quando a Gonartrose está em estado avançado, o joelho parece globular devido ao espessamento do líquido sinovial, o movimento articular diminui e muitas vezes torna-se ausente provocando uma dor mais severa.

Ozonoterapia

O tratamento consiste em 1 ou 2 sessões semanais de infiltração subcutânea e periarticular de 8-12 sessões totais.
Gripe

Gripe

A gripe é uma doença contagiosa resultante da infeção pelo vírus Influenza. Transmite-se por contacto físico direto ou através de gotículas respiratórias infetadas, libertadas ao falar, respirar ou tossir. Uma vez inalado, o vírus Influenza infeta o trato respiratório (nariz, seios nasais, garganta, pulmões) e ouvidos.

Os sintomas são: em 48 horas após o contágio o organismo reage com febre elevada, arrepios, dor de cabeça, dor muscular, garganta inflamada, nariz entupido, tosse seca e prostração. Na gripe sem complicações, a doença aguda geralmente resolve-se ao fim de cerca de 5 dias e a na maioria dos casos recupera-se em 1-2 semanas.

Habitualmente, a gripe é tratada com medicamentos para o alívio dos sintomas. Os antibióticos são ineficazes contra a infeção viral mas podem ser prescritos se surgir uma infeção bacteriana secundária à gripe. Existem atualmente medicamentos inibidores que bloqueiam a multiplicação dos vírus responsáveis pela gripe. A principal medida de prevenção é a vacinação, que oferece uma eficácia entre 30 a 90%. Tem de ser repetida anualmente, pois o vírus sofre mutações frequentes, e deve ser feita principalmente em grupos de risco (idosos, crianças, profissionais de saúde e doentes crónicos).
Os tratamentos de ozonoterapia melhoram a circulação sanguínea, estimulando o sistema imunitário e a produção de Interferon;

- Elimina vírus;
- Anti-inflamatório;
- Analgésico;
Sem efeitos secundários, sem interacções medicamentosas, sem habituação farmacológica, não potencia a mutação genética nos vírus.

Ozonoterapia

O tratamento recomendado: Para prevenção; Auto-Hemoterapia Minor 10 sessões Com a doença instalada; Auto-Hemoterapia Major 2 sessões e 10 sessões de Auto-Hemoterapia Minor
Hemorróidas

Hemorróidas

Hemorróidas são uma massa de tecido do reto e do ânus cercada por fibras musculares e elásticas (que é chamado plexo hemorroidário).
As hemorróidas são uma espécie de porta que fecha a entrada anal. A apresentação de problemas inicia quando existe irritação, dor e presença de sangue nas fezes.
A pressão venosa nos vasos do reto e ânus pode ser causada pela gravidez, por obstipação crónica ou trabalho pesado frequente. Outros fatores podem contribuir: história familiar, obesidade, falta de exercício ou uma dieta pobre em fibras.

O sintoma mais comum de doença hemorroidal é o sangramento, seguido de prolapso, pelas perdas de membranas mucosas e , finalmente, pela dor e prurido anal. Existem dois tipos de hemorróidas, internos ou externos, dependendo da sua localização. Os internos desenvolvem-se dentro do canal anal e geralmente são indolores, enquanto as externas aparecem como anexos duros e dolorosas e são formadas abaixo da junção entre o reto e ânus.
Dependendo da gravidade, hemorróidas são ainda classificados em:
I- que está localizado dentro do canal anal, são indolores.
II- que são localizados dentro do canal anal, que sobressaem do lado de fora com a defecação, mas depois caem de forma espontânea.
III- que se projetam de forma permanente fora do canal anal e exigem um re-posicionamento manual para se tornar parte do todo do canal.
IV- não é possível reposicioná-los no interior do canal anal e mucosa está em contato com a roupa.
Para tratar hemorróidas grau III e IV, é necessário o uso de técnicas ou tratamentos cirúrgicos ambulatoriais.

Ozonoterapia

O tratamento consiste em duas sessões semanais de Infiltrações de 12 sessões totais.
Hérnia Discal

Hérnia Discal

Hérnia Discal, é uma doença do disco intervertebral, que ocorre quando há uma fuga de núcleo pulposo, que é uma parte central do disco.
O disco perde a sua consistência e já não é capaz de absorver as cargas das vértebras e escapa do seu espaço vai tocar, por exemplo, nas raízes do nervo. O disco pode mesmo comprimir raízes nervosas e da bainha que cobre a medula espinal, causando dor intensa.
O paciente sente também uma dormência dos membros, muitas vezes com espasmos musculares na coluna lombar ou assimetria pélvica.
Entre as causas da doença, especialmente para os jovens, pode haver esforços excessivos, movimentos impróprios.
Na velhice, no entanto, pode também contribuir para o desenvolvimento, a predisposição genética e actividades de trabalho sedentário.

Ozonoterapia

O tratamento consiste em duas sessões semanais de injecções de 12 sessões total (pelo menos), seguido por 1 a 3 sessões após 15 dias.
Herpes

Herpes

HerpesSimplex, também chamado de herpes labial, é uma infecção viral da pele causada por um género de vírus pertencente ao grupo de vírus do herpes e que é constituída por bolhas, geralmente em torno dos lábios, a boca e as narinas ou na área anogenital.
As vesículas são formadas em manchas vermelhas, que podem ser precedidas por febre ou mal-estar com a irritação e sensação de calor. As vesículas podem também ocorrer na faringe e uretra: (neste caso, o paciente sente uma sensação de ardor e dor extrema em urinar).
Herpes simplex pode ser episódica ou recorrente. O vírus é capaz de alcançar os gânglios do sistema nervoso, onde é depositado e continua ao longo da vida e pode ser reactivado quando ocorrem certos factores (a diminuição do sistema imunológico, a exposição excessiva à luz solar ou stress físico e mental, desordens gastrointestinais, que pode levar à recorrência da infecção. Ela é transmitida através das vesículas herpéticas, mas também através da saliva e sangue.

Ozonoterapia

O tratamento consiste em 5 ou 6 sessões semanais de Auto-hemoterapia Menor em dias alternados.
Herpes Zóster

Herpes Zóster

O Herpes Zóster é uma doença da pele causada por um género de vírus que pertence ao grupo dos vírus herpes que afecta principalmente adultos e idosos. Este é o mesmo vírus que causa a varicela, aloja-se em gânglios da medula espinal e em certas circunstâncias, ocorre novamente, resultando no herpes zoster. As lesões cutâneas causadas por este tipo de herpes ocorre principalmente nas regiões dos nervos intercostais, plexo branquial, trigeminal e do nervo ciático. Podem fornecer várias sensações, que vão de formigueiro a dor e ardor, atingindo a extensão máxima em 3-4 dias.
A erupção é geralmente acompanhada de mal-estar, febre, calafrios, dor de cabeça e dor de estômago. Aparecem como aglomerados de bolhas em áreas da pele avermelhada que relembram a varicela, que se distribuem ao longo do nervo. A ocorrência de herpes zoster, geralmente espontânea, pode ser promovida por infecções graves, como a meningite e pneumonia, doença do sistema nervoso central ou de redução da imunidade.
Podem ser facilmente transmitidas de pessoa para pessoa.

Ozonoterapia

O tratamento consiste 6 sessões diárias de Auto-hemoterapia Menor (1 tratamento diário durante 6 dias).
Linfedema

Linfedema

O Linfedema é uma doença que afecta o sistema linfático e é caracterizada pela acumulação de linfa nos tecidos do corpo, devido ao mau funcionamento ou interrupção dos próprios vasos linfáticos. A estagnação da linfa dá assim origem a linfedema. Afeta principalmente os membros, que aumentam de volume, enquanto a pele fica mais enrugada. A área afectada tem um forte endurecimento. A oclusão de um vaso linfático, devido a causas patogénicas, congénitas e adquiridas, pode levar à ruptura do mesmo.

Linfedema é dividido em três níveis de base.
O primeiro é acumulação de líquido levando ao edema das pernas e não causa muito sofrimento, os sintomas são, artrose da anca.
Pode ser secundária, uma malformação congénita da anca ou a uma artrite; ou primitiva, aparecendo quase exclusivamente depois dos 40 anos de idade. À dor provocada pela marcha e à rigidez da anca podem associar-se uma posição viciosa e sobretudo a limitação dolorosa dos movimentos da anca. A coxartrose é muitas vezes acompanhada por deformações da cavidade cotiloideia e da cabeça do fémur, cólicas intermitentes, formigueiro e prurido.
O segundo nível refere-se à acumulação de proteínas e catabólitos, bem como de líquidos. O paciente sente peso e formigueiro intenso e cólicas: os sinais típicos são inchaço no pé e aumento de dobras cutâneas.

O Terceiro nível, a Elefantíase, é quando o linfedema é irreversível e o volume de determinada parte do corpo (membros inferiores, órgãos genitais externos e face) não pode ser reduzido. O inchaço é provocado pela obstrução do sistema linfático, que por sua vez, se deve a uma infeção parasitaria. É chamado de elefantíase.

Ozonoterapia

O tratamento consiste em 1 ou 2 sessões semanais de injeções locais para 15 sessões totais, ou, dependendo da necessidade do paciente, uma sessão semanal de Auto-hemoterapia Maior para 10 sessões totais.
Onicomicose

Onicomicose

Onicomicose é uma infecção causada por fungos que afeta as unhas, dedos dos pés e das mãos. Ele pode manifestar-se como ponto de cor amarelada ou esbranquiçada sob as unhas, ou pode permanecer limitado na própria unha. Quando o fungo (geralmente pertencente ao grupo dos dermatófitos) se espalha mais profundamente sob a unha, ela pode manchar, engrossar e desintegrar-se. A Onicomicose é mais comum entre os idosos, devido ao menor fluxo sanguíneo e aumento da exposição ao fungo. Há muitos fatores que podem causar infeção, tais como sudorese excessiva, humidade constante, psoríase, mau calçado que bloqueia a transpiração e não absorve o suor, o andar descalço em áreas públicas molhadas (tais como piscinas e ginásios), ou pode ser causada por uma infecção já presente, ou por doenças, tais como diabetes, perturbações circulatórias. Os sintomas mais comuns são as unhas mais grossas ou, inversamente, unhas muito frágeis e irregulares, disformes, sem brilho ou escuras.

Ozonoterapia

O Tratamento consiste em 1 ou 2 sessões de Auto-hemoterapia Maior, podendo a quantidade de sessões ser ajustada em função das necessidades do paciente.
Osteoartrite

Osteoartrite

A artrose, também chamada Osteoarthritis, ou doença articular degenerativa , é um grupo de anormalidades mecânicas, envolvendo a degradação das articulações , incluindo a cartilagem articular e do osso subcondral que afeta principalmente pessoas idosas e, em particular, as mulheres. As articulações mais frequentemente afetadas são a coluna vertebral, anca, joelho, dedos das mãos e dos pés.
A osteoartrite pode ser de forma primária, difundida em muitos ramos e é predominantemente genética.
A forma secundária é bem mais localizada. Pode também afetar as pessoas mais jovens e está ligada a vários fatores, tais como trauma, obesidade, anormalidades dos membros inferiores.
Existem dois tipos de artrite: o primitivo, que afeta uma articulação saudável, sem causa aparente, e o secundário, quando ocorre trauma, infecção, uso excessivo ou deformidades adquiridas e congénitas.
O sintoma mais comum é a dor, que é acentuada pelo movimento e diminui com o repouso. Quando a doença está em fase avançada, o paciente tem uma limitação funcional bastante debilitante, dependendo da articulação afectada.

Ozonoterapia

O tratamento consiste em duas sessões semanais de infiltração local para 8 -12 sessões totais.
Periartrite

Periartrite

A periartrite é uma doença inflamatória e degenerativa sobre tecidos fibrosos da articulação e afeta principalmente pessoas com idade inferior a 40 anos. Não há uma causa subjacente específica, a inflamação pode ser causada por vários fatores, como traumas e microtraumasrepetitivos, distúrbios neurovasculares, doenças dos nervos e vasos sanguíneos, fatores dietéticos, fatores tóxicos, exposição prolongada ao frio e, finalmente, alteração de postura estática (cifose dorsal, rigidez da cintura escapular e braço). A periartriteescápulo-umeral manifesta-se por dor na parte externa da frente e de trás de ambos os movimentos combinados em repouso. Por vezes, elas são mais dolorosas e perceptíveis tanto em estado de repouso como em movimento e dão origem a uma rigidez que afeta todo o conjunto.

Ozonoterapia

O tratamento consiste em 2 ou 3 sessões semanais de infiltrações peri articulares e subcutâneas.
Proctite

Proctite

Proctite é um processo inflamatório agudo ou crónico que afeta o intestino e o reto. A inflamação pode ocorrer através de uma carga de lesões no canal anal, doenças sexualmente transmissíveis (como Chlamydia , herpes genital , sífilis e gonorreia ) e doença inflamatória do intestino (colite ulcerosa e doença de Crohn ) .
Proctite geralmente é visto com dor, tenesmo retal (o estímulo contínuo para defecar, muitas vezes combinados com sangue nas fezes), prurido, fezes líquidas com membranas mucosas, lesões perianais em diferentes proporções.
A defecação é dolorosa e, por vezes, a micção também. A origem da proctite é desconhecida. Um exemplo destes é a proctite ulcerosa, frequentemente acompanhada por febre.
Em situações mais graves a intervenção cirúrgica é necessária.

Ozonoterapia

O tratamento consiste em duas sessões semanais de insuflação de 12 sessões totais.
Psoríase

Psoríase

A psoríase é uma das doenças de pele mais popular no mundo, é uma doença crónica e muitas vezes reincidente, que afeta cerca de 1-2% da população mundial. A psoríase pode ocorrer como manchas avermelhadas que persistem ao longo da vida, ou pode estender-se por toda a superfície da pele. A lesão primária da psoríase é composta por placas eritematosas de secura vermelho seco e coberto de escamas esbranquiçadas frequentemente associados com prurido, ardor extremo da pele. Ela pode ocorrer de uma forma súbita ou gradual. As lesões de psoríase podem afetar o corpo inteiro, especialmente os cotovelos, joelhos, couro cabeludo e região sacral. O rosto em geral, não é afetado pela doença. Tem diferentes formas: folicular, grandes manchas localizadas, rupioide, ou acne generalizado, Elefantina. Há cinco principais formas de psoríase : Psoríase gutata, psoríase crónica em alguns pontos, psoríase pustulosa, psoríase eritrodérmica, artrite psoriática. Existem alguns fatores que desencadeiam a Psoríase, o tipo de predisposição genética, processos de doença, (na verdade, algumas pessoas ficam doentes de psoríase, como resultado de uma infecção viral ou bacteriana) um estilo de vida caracterizado pelo abuso de álcool e tabaco, e a presença de outras doenças, tais como a obesidade. Outros agentes podem originar lesões na pele, stress, queimaduras solares, alterações hormonais ou certos medicamentos.

Ozonoterapia

O tratamento consiste em 1-3 sessões semanais de Auto-hemoterapia Menor para 12 sessões totais, ou, dependendo da necessidade do paciente, duas sessões semanais de Auto-hemoterapia Maior.
Rinite

Rinite

Existem dois tipos de rinite; alérgica ou vasomotora.
Rinite vasomotora é uma rinite crónica caracterizada por congestão vascular intermitente da mucosa nasal, espirros, iposomia (a diminuição da percepção de odor).
Estes sintomas ocorrem durante um curto período de tempo, várias vezes por dia, e eles são acentuados durante a noite, devido à posição de dormir de face para cima. A inflamação crónica provoca a obstrução da cavidade nasal e consequente dificuldade em respirar.
Alguns tratamentos foram concebidos para reduzir os sintomas e são, o uso de descongestionantes e anti-inflamatórios, a terapia de aerossol ou de tratamento térmico.
A rinite alérgica, no entanto, é a inflamação da mucosa nasal caracterizada por espirros e obstrução nasal, que é frequentemente associada com conjuntival e prurido faríngeo, lacrimejamento e sinusite. A rinite alérgica sazonal é desencadeada por exposição ao pólen, especialmente de ervas, árvores e bolores. Rinite alérgica periódica ou perene é frequentemente devido ao contato com os ácaros, insetos, poeira e pêlos de animais (cão, pêlo de gato, penas). O diagnóstico desta condição pode ser formulado com base no histórico e testes de alergia. O tratamento envolve o uso de anti-histamínicos, vasoconstritores nasais tópicos e esteróides tópicos.

Ozonoterapia

O tratamento consiste em 2 ou 3 sessões semanais de Auto-hemoterapia Menor para 12 sessões totais.
Úlceras Venosas

Úlceras Venosas

Úlcera venosa, também chamada de úlcera trófica ou úlcera varicosa, é uma lesão de pele que afeta a perna perto do tornozelo, devido à insuficiência venosa dos membros inferiores (feridas, a varizes, edema). Ocorre mais facilmente em pessoas com doenças cardíacas, hipertensão ou diabetes. A forma da lesão é geralmente redonda, oval ou irregular e purulenta. É frequentemente gerada como resultado de um trauma. A Úlcera venosa tende a não curar, mas a alargar gradualmente, enquanto a pele ao redor da úlcera se torna vermelha e os tornozelos estão frequentemente inchados. Nos jovens as úlceras venosas geralmente podem ser curadas em poucas semanas, enquanto que nos idosos podem persistir por muitos meses ou mesmo anos.

Ozonoterapia

O tratamento consiste em duas sessões semanais de Auto-hemoterapia Maior para 12-20 sessões totais ou, dependendo da necessidade do paciente, 2 sessões semanais de infiltração local ou, finalmente, dependendo da necessidade do paciente, 2 ou 3 sessões semanais de tratamento tópico com sacos de 12 sessões totais.